Certo, vamos lá: nesses últimos dez anos eu já testemunhei todo tipo de desastre quando o assunto é a comunicação digital para negócios, sejam eles físicos ou totalmente dedicados à internet. Eu, literalmente, já vi de tudo. 

Mas, como nem tudo são espinhos, eu separei um conjunto de sete práticas que foram responsáveis por até 80% das quebras que eu acompanhei nos últimos 10 anos.

Acredite: se você estiver cometendo uma (ou mais de uma!) dessas práticas, há chances reais de que o seu negócio não esteja performando como deveria, de que você esteja deixando dinheiro na mesa, gastando toneladas de dinheiro com anúncios pagos ou, simplesmente, tenha uma comunicação chata e que não funciona.

Fique de olhos atentos e depois não vá dizer que eu não avisei!

1. Você está comprando lista, não gerando leads organicamente.

Esse é o erro número um dentro da internet. Ponto final. Não tem o que falar. Nove em cada dez empreendedores que chegam até aqui (uau, cheguei à internet, o lugar de dinheiro fácil! SQN), pensam que é só passar o cartão no Facebook, que as calcinhas cairão.

Triste engano. Eu posso te passar agora 05 motivos para você não comprar lista (está nesse artigo!). O que acontece é que você fica dependente de um tipo de pessoa que chegou até você através de uma forçada de barra do Facebook; e o mais importante: quando você fica viciado em comprar lista, você acaba não desenvolvendo um sistema realmente eficiente de catalogação, qualificação e validação dessa audiência.

É como atirar um balde d’água na maçaneta da porta para ver sair dois pingos do outro lado. Resumindo: desista dessa ideia.

2. Você não qualifica os seus leads.

Qualifique os seus leads!

Todo mundo entra pela mesma porta e sai pela mesma janela. Traduzindo: geralmente você recebe toda a sua enxurrada (Deus queira que seja uma enxurrada!) de leads por um ou dois únicos pontos – 9 em cada 10 vezes costuma ser o próprio site e alguma recompensa digital que você não atualiza há seis meses. A partir daí, começa o show de horrores.

Quando o lead cai na sua lista, ele recebe apenas conteúdo requentado, feito por obrigação e que quase nunca é realmente genuíno.

E, quando parece receber algumas coisinhas que foram feitas nos últimos 60 dias, é e-mail de CTA pedindo para ele comprar, curtir ou seguir alguma coisa. Vem cá, não está na hora de você começar a qualificar esse pessoal não?

Aqui tem um artigo que fala só sobre qualificação de leads. Dá uma olhada!

3. Você não tem um blog, tem um encosto na vida da sua empresa.

Tá bom. Admita que o seu blog é um inferno no seu mapa astral. Ele dá trabalho, é feio, está desatualizado e as imagens são todas as que apareceram na primeira linha do Google. Tá tudo uma droga, não é? O pior é que costuma dar trabalho pra caramba para atualizar.

O ponto ruim (péssimo!) de não se ter um bom blog para o seu negócio é que você perde a maior força do universo (pelo menos aqui dentro da internet), que é o tráfego orgânico, de qualidade, educado e que está procurando exatamente agora alguma coisa que você está oferecendo.

Você está tendo acesso ao lead no momento em que (justamente!) ele digitou lá no Google o assunto que é o tópico principal do seu artigo. O que você quer de melhor? Você está tendo a atenção do cara por um punhado enorme de minutos, está agindo com autoridade com ele e está botando o cara dentro da sua página – ou da sua empresa.

“Ai, mas eu não sei como fazer um blog de qualidade, Ícaro!”

Seus problemas acabaram, meu caro amigo. Aqui eu tenho um guia-definitivo para você fazer o seu blog fodão. Dê uma lida e seja feliz (EM BREVE).

4. Você não atualiza o seu layout.

Atualize o seu layout!

Certo, agora lá vem um puxão de orelha. Qual foi a última vez que você atualizou o conteúdo textual das suas páginas? E que você mudou o layout do seu site? Se você trabalha com comunicação, com marketing, com social media ou com criatividade, você tem obrigação (OBRIGAÇÃO!) de fazer isso pelo menos a cada semestre. No mínimo uma vez por ano!

É a sua imagem que está em jogo nisso daqui, meu amigo!

As coisas se tornam velhas surpreendentemente rápido aqui na web. Um site que era bacana, novidade, bonito, todo nos trinques se torna velho e ultrapassado em apenas doze meses. É lógico que advogados, contadores não precisam de um apelo visual tão grande assim (mas, acredite, ajuda!), mas se você trabalha em um ramo mais jovem ou tem uma empresa que depende das redes sociais para pagar as custas contas, está na hora de você dar uma mexida nessa lataria!

5. A sua rede social está sendo usada de maneira errada!

Existem três formas de se usar as redes sociais em favor do seu negócio: a forma errada, a forma certa e a certa pra cacete. E, acredite, você sabe quando a sua rede social está dando certo pra cacete!

Você está criando pelo menos um evento social por mês para engajar os seus leads? Criando pelo menos um bom artigo no seu blog por semana e impulsionando para os seus curtidores? E colocando nesse artigo pelo menos uma referência e um direcionamento para outro artigo bacana? Qual foi última vez que você criou um desafio? E um sorteio? E um webinários?

Eu não acredito que você ainda insiste naquela foto com fundo de praia e aquelas mensagens motivacionais…