O marketing de conteúdo é unanimidade por onde quer que ele esteja. Seja com pequenos, médios ou grandes empresários, há sempre gente advogando que a produção de conteúdo em alta qualidade é a melhor (e a mais barata!) maneira de capturar novos leads, qualifica-los, educá-los e convertê-los para novas ofertas.

A questão é que o conteúdo é barato e adiciona, a médio e longo prazo, uma percepção real de valor a sua marca ou ao seu negócio. Desde a popularização dos smartphones, os entusiastas das redes sociais deixaram de tentar adivinhar quando é que aconteceria a morte do e-mail.

Muito pelo contrário: o e-mail veio para ficar e hoje ele é mais forte (e importante) do que nunca.

Entretanto, uma boa estratégia é a diferença entre uma campanha de e-mail marketing que converte e apenas mais uma empresa chata, turrona e que não agrega nada a sua base de cadastrados. Conheça agora os 10 maiores erros para qualquer campanha de e-mail marketing.

1. Os seus e-mails não oferecem nada de valor.

i1

Não dispare e-mails apenas para fazer propaganda, para anunciar promoções e para pedir que os leads façam alguma coisa. As pessoas (simplesmente!) pararão de abri-los quando perceber que você só envia mensagens para força-los a tomarem alguma ação. Você precisa entretê-los, educá-los e informa-los. Ai, então (maravilha!) começarão a aparecer as vendas.

2. Você não possui um público alvo definido.

Um dos maiores erros de quem está começando agora no marketing de conteúdo é a gestão das suas listas e os seus pilotos automáticos. Você não pode (eu não aconselho, pelo menos) jogar todo mundo no mesmo balaio de gato; algo do tipo: “Lista do site” e se dirigir a todos os seus leads em um único disparo de e-mails.

Você precisa qualifica-los, entender de onde eles estão vindo, quais as suas demandas e o que estão procurando naquele exato momento. Se quiser saber mais sobre qualificação de leads, é só ler esse artigo aqui.

3. Você só pede, pede e pede.

Chega de espremer o seu lead contra a parede! Se todas as vezes que ele abrir um e-mail seu você pedir alguma coisa para ele (clique aqui, curta as nossas redes sociais, conheça o nosso site, veja a nossa última promoção) ele perceberá que você está apenas utilizando ele para fazer caixa ou para que ele faça peso como mais um na sua lista de seguidores. Isso não é só bem ruim…na maior parte das vezes é irreversível. Ele acabará saindo da sua lista.

4. O e-mail só fala do seu negócio.

Uma coisa que você tem que colocar na cabeça de uma vez por todas é que o cliente é o centro gravitacional da comunicação da sua empresa. Quando ele chega até você ele quer que os seus problemas (ou as suas dúvidas, demandas ou curiosidades) sejam resolvidas.

Não adianta de nada você só falar sobre como a sua empresa é inovadora e como você é um dos maiores comunicadores da história do marketing digital. Se você não puxar uma cadeira e ouvi-lo por cinco minutos, entendendo (exatamente!) o que ele deseja, acabará perdendo o fio da meada. Fora o risco que é parecer ser arrogante e senhor de si. Lembre-se: você tem uma boca e duas orelhas.

5. Você mente.

i2

Esse é o maior erro que você poderá cometer. Todos os outros erros irão, no máximo, irritar o seu lead e fazê-lo desistir de acompanhar você, mas se você mentir (seja no produto, na proposta ou na construção da sua oferta) provavelmente você estará perdido para sempre. O seu nome, a sua marca e o seu negócio estarão em jogo e um cliente desapontado pode contaminá-lo para uma porção de pessoas.

Fora que não há nada melhor do que jogar limpo, entregando valor e resolvendo problemas reais, para que você possa servir ao seu cliente e aproveitar ciclos maiores de mercado, já que uma pessoa satisfeita tende a permanecer mais tempo com a sua empresa.