Qualquer estratégia que utilize o marketing digital e a produção de conteúdo precisa, indiscutivelmente, de seguidores (leia-se lista) para otimizar a sua receita e reforçar a sua audiência.

Agora, antes que você pergunte: qual é a diferença entre audiência e seguidores?

O seguidor é uma audiência que você controla. Ela está armazenada em algum determinado local (geralmente uma lista de e-mails) e você consegue acessá-la quando quiser (ou quando precisar) mediante determinado tipo de ação, geralmente um disparo de e-mail.

Importante: uma coisa não exclui a outra. São complementares! O ideal é que você trabalhe sempre com a ideia de que precisa produzir um grande volume de audiência, para que a conversão de uma parte dela resulte em uma boa porção de seguidores.

Você até pode fazer uma oferta e conseguir um determinado número de vendas trabalhando apenas com a audiência (em um artigo que viralize, por exemplo) mas, definitivamente, eu considero isso um desperdício de energia. É como jogar um balde d’água em uma porta, esperando que alguns pingos passem pela maçaneta.

Bom, agora vamos ao trabalho!

Produção de leads

Quais são as dificuldades de quem está começando agora uma estratégia baseada em comunicação, conteúdo, qualificação e conversão?

1. Tráfego.

2. A sua conversão em seguidores.

Esse artigo não é para quem está começando do zero – para quem está nessa condição nós temos uma série de outras soluções, igualmente eficientes e mais voltadas as suas necessidades – mas para quem já possui um pequeno tráfego e está formando uma lista, que ainda é pequena, mas que já reconheceu a importância de aumenta-la.

Vamos lá, eu vou te passar algumas soluções (que eu aplico tanto para mim quanto para os meus clientes) e que costumam resultar em um aumento significativo da sua lista. Eu espero que eles sejam úteis tanto para você quanto para o seu negócio!

Torne “coletar novos seguidores” a opção #1 do seu negócio!

Produção de leads

Tudo bem que o motivo número um de qualquer negócio é a venda – e precisa ser ou você não pagará as contas, mas pense comigo um pouco: se você conseguisse dobrar (em um espaço relativamente curto de tempo) a sua lista de contatos, você não conseguiria justificar esse tempo que você passou apenas se esforçando para isso com o aumento do caixa que viria logo depois?

Provavelmente!

O que significa tornar a sua prioridade número um a coleta de seguidores? Que as suas próximas campanhas, as próximas iscas e recompensas digitais e as suas próximas ações e anúncios na internet focarão o aumento de lista.

Você presta consultora? Passará a fornecer algumas gratuitamente em troca do e-mail do lead interessado.

É um advogado? Cederá algum estudo ou memorando em troca dessa lista.

Trabalha com alimentação? Que tal um desconto enviado direto ao e-mail?

Outra coisa importante é criar pequenos eventos (workshops ou semanas e congressos) direcionando, por um tempo, 100% da sua verba de impulsos em social media apenas para essas ações. Lembre-se: você está em um modo focado de aumento de seguidores.

Se você possui pop-ups (nunca utilize mais do que um!) ou coletores laterais de e-mails, privilegie o anúncio desses conteúdos gratuitos que você está gerando e passe a oferece-los nessas áreas publicitárias, adicionando ainda mais combustível a sua comunicação.

Otimize os seus encapsulamentos.

aumente a sua lista!

Qual foi a última vez que você deu uma olhada nas suas estruturas de coleta de leads? E nas suas landing pages? E naquelas velhas campanhas que já não estão mais convertendo tanto?

Que tal repaginar tudo isso?

Mude o layout das suas páginas a cada seis meses. Otimize com imagens mais impactantes, torne as páginas mais curtas e com uma oferta mais direta, ELIMINE OS EBOOKS da sua estratégia (eles quase não funcionam mais!) e substitua as antigas iscas digitais por lead magnets mais interessantes e modernos.

Substitua aqueles vídeos com áudio defasado e webcam baratinha por uma gravação melhor…provavelmente o seu celular de hoje já filma e grava muito bem!

E o mais importante: torne a coleta de leads a coisa mais fácil do mundo.

De acordo com o pessoal do marketing experiments, se você pedir apenas o e-mail e o primeiro nome do lead, poderá aumentar a sua conversão em até 711% e deixará de parecer tão chato. Esqueça pedir o telefone e o CPF do cara, apenas em algumas situações muito específicas que, definitivamente, não estão sendo tratadas aqui.

Peça para que as pessoas te sigam!

Cliente escolhendo

Às vezes nós pensamos tanto sobre como deveríamos estar mudando as nossas estruturas de coletas de leads, otimizando as nossas páginas e investindo mais dinheiro (com mais coragem e melhores técnicas) em tráfego pago, que esquecemos do óbvio: pedir às pessoas para que se tornem nossas assinantes.

Pode parecer bobo, mas é verdade. Peça! Peça que funciona!

Anuncie para o seu público que você está melhorando a sua newsletter, que você passará a selecionar um conteúdo semanal rico e que fará transmissões ou cederá conteúdos exclusivos para quem faz parte da lista de seguidores.

Faça-os perceberem a vantagem que é deixar os seus e-mails com você e, ao mesmo tempo, os deixe tranquilos, avisando que você não fará propaganda nem encherá a caixa deles de SPAM.

E (PRESTE ATENÇÃO!) uma vez que você tenha feito isso, definitivamente, não encha a caixa do sujeito de SPAM, cacete!

Mantenha todas as bolas no ar!

conversão!

Agora, de nada adianta você se movimentar e gastar tanto chumbo para aumentar a sua lista, se cometer o erro básico dos básicos com os seus seguidores: deixá-los às moscas.

Se você fez tantas promessas e disse que faria tanta coisa legal por eles, do que adianta conseguir os seus dados se você está há semanas sem enviar algum conteúdo útil?

Agora, de nada adianta você conseguir trazer todo essa audiência para a sua página, se você está pecando justamente na hora de vender o seu produto ou serviço. Leia esse nosso artigo e descubra porque é que você está vendendo o seu produto de maneira errada!

Você só conseguirá uma coisa com tudo isso e é ser odiado.

Quando você lembrar (ou precisar!) e mandar um e-mail, eles pensarão: “Putz! É mesmo! Eu estou na lista daquele cara! Olha que safado, nunca me mandou nada e agora vem com essa propaganda”.

Ai é a morte da sua comunicação e do seu marketing de conteúdo, meu caro. Quer fazer neném? Agora vai ter que criar!